azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

1kilo – o mundo é dinheiro lyrics

Loading...

[refrão 2x: pablo martins]
nunca mudarão o meu conceito
a paz é ilusória o grito anuncia o desespero
o mundo é dinheiro, se proteja quem puder
que a minha proteção é atacar primeiro

[verso 1: doisp]
e hoje a noite vai ser longa
contatos, sócios no rádio
contando o lucro do mês
controla os negócios cortando as ruas do bairro
eu e três manos na bmw, calculando o corre
a 9 no porta luvas usa quando necessário, né
isso é trabalho
um trago mantém o sangue frio
asfalto quente, se o tempo fechar eu destravo o pente
preparado pro que vem
posição de poder e contexto quem eles não tem
disposição pro mal e pro bem

[verso 2: tahor]
já me desesperei no sufoco
é foda, esperei na revolta, lutei pelas nota
quando eu vi me encontrei sem ter volta
eu atirei primeiro, garanti minha vitória
eu sei atacar e uso isso de proteção
sem a ilusão que a paz que buscam não existe onde procurei
ouço gritos, vejo guerra
me erra, seus conflitos trazem a morte, a 9 berra
à procura do ouro, caçando o tesouro
que quando encontrado pra muitos o sistema emperra

[refrão 2x: pablo martins]
nunca mudarão o meu conceito
a paz é ilusória o grito anuncia o desespero
o mundo é dinheiro, se proteja quem puder
que a minha proteção é atacar primeiro

[verso 3: sadan]
foi na calada, era quatro da manhã
neguinho na atividade tava tudo docapan e ele não sabia
jogaram a armadilha, testaram seu caráter não aguentaram à dinastia hipócrita
ta palmiado, e a cada p-sso dado, cada um no seu quadrado
eu sei quem são vocês, daonde se diz cria
na hora do aperto ces pularam igual folia
olhei no teu olhar, eu vi tu se -ssustar
na frente da verdade né tu quis me intrigar, mas tá tranquilo
quis sempre ser o herói, isso por dentro te corrói
não p-ssa de um engomado, incubado e se destrói
vê se não tenta quem nós é rua, favela, becos e vielas
eu jogo a carapuça e tu cai feito cadela
acerta, não erra, não breca
não tenta se esconder por debaixo da coberta
correndo chapando o coco
navego num mar de sufoco, pedindo ajuda pros loco
qual a sua consciência doidão
se tá exata, se não exala, pedindo ajuda pro santo
pro santo quem nunca da falha
dá pala não, consistente em remoção
então segura a emoção, sempre frequencia na visão, né não
na contenção da atividade né, nunca me faltou fé
sempre né, jah bless fi

[refrão 2x: pablo martins]
nunca mudarão o meu conceito
a paz é ilusória o grito anuncia o desespero
o mundo é dinheiro, se proteja quem puder
que a minha proteção é atacar primeiro