azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

andré do rap – impacto total lyrics

Loading...

[verso 1]
sofrimento, dor e mágoa, um mundo cabuloso
andré do rap, um guerreiro, armado e perigoso
linha de frente, porta+voz da periferia
várias toneladas esmagando a covardia
balaço, chumbo grosso, impacto total
mente criminosa da legião do mal
r.a.p. no sangue, não simples embalo
do submundo desconhecido, vincente de carvalho
humilhado, sim, pelos esquemas do governo
quando eu dei meu milho, eu cometi meu erro
viajei, conheci a podridão do sistema
humilhação pro ladrão, tirar uns dia é problema
sistema cruel, implacável, bеm abominável
engolindo as mente fraca, nada comparávеl
tiradas, roubadinhas, palavra vale tiro
respire e abre a boca, aperte o seu gatilho
consequências assisti do sistema que obriga
por falta de opção, saída em outra vida
lamentação, o cão
a imprensa diz “é o caos”
o crime se espalha e põe pânico total
formaram esse ciclo, obrigaram nós aí isso
meu povo segue a luta e tá no prejuízo
o exemplo você vê, tá aí a olho nu
desde zumbi ao carandiru
braço gordo aqui não tem, a mente vai mais além
de um a dez, ao 4p, eu dou a nota cem
ação terrorista, brasil, outros quinhentos
negro até os ossos, original, (?)
dignidade, ladrão, humildade, morô?
tô aqui, sem dar pancada, pra quem não acreditou
união tem a papa, rajada, informação, precisão no fuzil
tô na fita, sangue bom
[verso 2]
e aí, guerreiro, chega aí pra somar
no som linha de frente do preto tipo a
a batalha é diária, não fique acuado
o som em ascensão, r.a.p. eu tô ligado
simpatizante aqui não tem, muito menos madereiro
meu crime é real, tem no país inteiro
não faço revólver ser artilheiro
esquadrão koban na luta por dinheiro
não adianta, em todo canto, eu se garanto
lutando pra não ver os meus filhos em pranto
a fita não tem massagem, não tem maquiagem
muito menos dublê, o sangue jorra de verdade
os velórios, as rampas não são ficção
a ideia é quente, não tem caô, som de drão pra ladrão
tá sinistro, essa é a base, põe pânico, intenção
o sistema fecha as portas do rap do ladrão
tratamento vulnerável, como diz facção
cantor de rap nacional, artista ou não
porra nenhuma, eu não tô nem aí, não me vendo por dinheiro
o preto aqui é guerreiro, não simples (?)
e se a(?) lombra paga pau pra vaquinha do centro
que desfaz na cara dura e o preconceito vem de dentro
e aí, loki, se toca, ladrão
olhe no espelho, não seja vacilão
se tu conspira na preta linda da perifeira
a picadilha dos boy quer fazer seu dia a dia
procure se informar, se capacitar
pra bater de frente com o sistema e abalar
empresário vai tremer, vaquinha vai correr
espaços serão dominados pela sigla 4p
4p é para o preto; o preto é para o povo
a rima, então, prossegue, meu som é perigoso
critica a podridão, desmascara político
não encobre o errado, é criticado por isso
fala do meu povo, do nosso cotidiano
e aí, loki, tu não me compra
pro meu rap, não tem pano
sistema, cheguei, tô no ar
o som linha de frente dos preto tipo a
[verso 3]
revolucionário, devastador
a banca aqui é forte, é só guerreiro, morô?
se tá calor, bota o terror
é pânico, intenção
tire o sono do sistema, o rap do ladrão
base suja como a pus, brilhante como a luz
discípulos do mal, temedores a jesus
pro meu povo escutar, bater de frente e abalar
o som linha de frente do preto tipo a
o som que contagia, fala do dia a dia
rap no sangue, a voz da periferia
o chão estremece, o crime fortalece
irmão linha de frente, aí, cabeça, cê merece
incentiva nossa rima e nunca desanima
um salve aos meus parceiros da (?)
então aqui vem 10 e é de coração
aos manos que incentivam e apoiam na detenção
em todo o sistema, lealdade é o lema
essa é a mensagem do preto do itapema
a rima, então, prossegue; segue e bota choque
essa é nossa banca, respeitável, não tem loki
e, assim, a chapa esquenta, bate de frente e arrebenta
e os dias na tranca passam em câmera lenta
de sofredor pra sofredor, revolução no ar
e aí, blecaute, tá na fita, vem pra firmar
é nóis, mil grau, os preto maloqueiro
ter dignidade não se chama dinheiro
viajando o sistema, eu sou baixada santista
andré do rap, aí, eu tô na fita
(?) de itapevi, é só disposição
mano, o crime chega, representa, ladrão
pode acreditar, só mano sofredor
guerreiro cabuloso, nossa rima firmou
impacto total, aí, tô no ar
mrf chegou pra ficar
e é pra ficar, morô?