azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

0800 crew – blackroof lyrics

Loading...

(refrão – rodrigo zin)
movimento lento, perda dos sentidos, feio… tá bonito
em terra do nunca ele quer ser alguém
na mente “eu consigo”, na real, tá frito, vê só colorido
e a bad trip vindo, esse não tá bem

corda no pescoço, roxo… comprimido, falso compromisso
essência tá no lixo, quem não tá, hein?
no silêncio vive, nada contra isso, mas só lembre disso:
carpe diem não é fugir do eden

(rodrigo zin)
baladas viraram tempestade, hein?!
tem raio demais caindo no mesmo lugar, nessa cidade
onde boy é divindade, o sol raiou em plena noite
sol é apelido pra quem se perdeu por hoje

alegre numa noite, deprê durante o dia
do que vale drogas coloridas pra uma vida cinza?
sobre suas at-tudes, até o teto ta de luto
quero ver a mãe tranquila sabendo sobre isso tudo

(chefe tf)
cafeína, nicotina que te livra da rotina
faz mal tal qual cocaína que é vendida nas esquina
aqui álcool foi liberado, canhamo foi censurado
desses dois que mata mais, é quem mais dá grana ao estado

ainda é marginalizado, o consumo até contra o tédio
enquanto a indústria ainda lucra enchendo seu cu de remédio
e as drogas mais pesadas não aliviam sua carga emocional
igual um doce não disfarça a vida amarga

(refrão – rodrigo zin)
movimento lento, perda dos sentidos, feio… tá bonito
em terra do nunca ele quer ser alguém
na mente “eu consigo”, na real, tá frito, vê só colorido
e a bad trip vindo, esse não tá bem

corda no pescoço, roxo… comprimido, falso compromisso
essência tá no lixo, quem não tá, hein?
no silêncio vive, nada contra isso, mas só lembre disso:
carpe diem não é fugir do eden

(dé saiyajin)
quem vende o comprimido
para o que compra o medo
cérebro comprimido
aos 15, logo cedo

tem quem perde os pertence, quando o pó convence é triste
a dívida da bicicleta não é igual do ash com a misty
há quem não cuida com isso, mantém seu juízo omisso
no fim acaba com vários furos igual queijo suiço

(asiatiko)
eu sou um grão de cristal que bate forte como o chris brown
ramelam depois me culpam, eles diz que fiz mal
alguns diz tchau… mas antes que te mate, nada
será mais irônico que ateu com água batizada

eu to careca de saber que sou careta, né
mas o óculos que eu uso não é pra esconder careta
tiro onda, tiro brisa, como o verão da lata
o meu nome é bem comum, mas vocês nunca verão na lata

(refrão – rodrigo zin)
movimento lento, perda dos sentidos, feio… tá bonito
em terra do nunca ele quer ser alguém
na mente “eu consigo”, na real, tá frito, vê só colorido
e a bad trip vindo, esse não tá bem

corda no pescoço, roxo… comprimido, falso compromisso
essência tá no lixo, quem não tá, hein?
no silêncio vive, nada contra isso, mas só lembre disso:
carpe diem não é fugir do eden