azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

cauê moura – vida de zumbi lyrics

Loading...

[refrão: cauê moura, truta vegeta e evil knight]
vida de zumbi
vagando, sem rumo, em decomposição
vida de zumbi
o recheio do seu crânio é minha alimentação
vida de zumbi
compenso com a fúria minha falta de destreza
vida de zumbi
comendo sua família e você de sobremesa

[verso 1: cauê moura]
me arrasto, descalço, em busca de vingança
vagando pela terra sem nenhuma esperança
da tumba pro asfalto, da vida pra desgraça
o sangue é minha lei, o ser humano, minha caça
sedento, brutal, um monstro violento
buscando sua morte a cada mero movimento
a origem da desgraça nunca será revelada
um amaldiçoado que não morre e nem acaba
vontade incontrolável, impulso demoníaco
quero sua carne com a vontade de um maníaco
sem segregação, não tenho preconceito
devoro criancinha, velho, gordo, branco e preto
vagarosamente dominando a região
descontroladamente propagando a infestação
fuja enquanto pode, não adianta resistir
mundo dominado, apocalipse zumbi

[refrão]

[verso 2: cauê moura]
o cheiro de carne putrefata é horrível
o gosto do seu sangue, para mim, é desprezível
comendo suas vísceras de forma incontrolável
eu faço o inferno parecer bem agradável
seus entes queridos já foram transformados
agora, inimigos, seres esfomeados
e, -ssim, nós atingimos a melhor parte do drama:
um tiro de revólver na cabeça de quem ama
sozinho num abrigo, é o fim da esperança
você já não aguenta muito mais essa matança
a fuga é sem rumo, até que, finalmente
um beco sem saída, o seu fim é iminente
e tudo o que preciso é de um simples arranhão
as dores começaram, morto-vivo em criação
perdendo os sentidos, deixando de existir
a sua humanidade deu lugar para um zumbi

[interlúdio: cauê moura]
a vida de zumbi não é fácil, não, viu, mano?
altas correrias atrás de cérebro…
wall t-shirts…
torres gêmeas…
desce a letra… é nóis
yo, yo

[refrão x2]