azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

diego dasul – em frente lyrics

Loading...

(refrão)
sei, que eles querem me impedir de ir, mas eu vou
não me arrependo daquilo que eu deixei
pelo que p-ssei, sei onde pisei
da licença agora é minha vez porque eu
sei, que eles querem me impedir de ser quem eu sou
mas não me arrependo daquilo que eu deixei
por onde p-ssei, demorou mas cheguei
dá licença agora é minha vez

(verso 1)
(talvez, talvez, talvez..)
talvez sou mais um louco com a cabeça no lugar
cansado de esperar até meu outro eu gritar
renove sua vida sem medo rotina desperta mais cedo
mantenha seu sonho em segredo porque tem uns pela querendo tomar
já basta esse gosto de vida amarga
disposto a deixar sua marca, vamo abrir o placar
é foda, eu sei que a vida maltrata
nunca de cabeça baixa mantendo o brilho no olhar
não atrasa o legado se não seu (?) é extinto
não se mantem sufocado dentro desse labirinto
eu sinto, que o vento sopra a favor meu barco vai navegar, encontrar o meu amor
(quem te falou?)
quem te falou que o mundo é agressivo (agressivo)
ele é sensível, que nem o homem p-ssivo
sim, existe perigo, mesmo -ssim prossigo
quem se preocupa com a morte não se preocupa com a vida

(refrão)
sei, que eles querem me impedir de ir, mas eu vou
não me arrependo daquilo que eu deixei
pelo que p-ssei, sei onde pisei
da licença agora é minha vez porque eu
sei, que eles querem me impedir de ser quem eu sou
mas não me arrependo daquilo que eu deixei
por onde p-ssei, demorou mas cheguei
dá licença agora é minha vez

(verso 2)
a cena é louca eu, vou fazer o meu
bem longe da boca, taca la a boca, das vizinha louca
que ficam de touca e, esquecem da louça focada no que é seu
é foda né?
e as vezes esgota paciência
pessoas subjugar, esc-ssas de inteligencia
sei que pra quem ta na luta não existe tempo ruim
mas aprendi a dizer não pois decisão só cabe a mim
enfim, ninguém quer ficar pra trás
que eu tenha saúde, família, sossego e sativa, focado na trilha tô pelos reais
parceiros de verdades, que atuam com a sua parte
fluência gera insistência de quem vive pela arte
nois age por instinto de sobrevivência, e não falha
mais um guerreiro, com sede de batalha
sem se preocupar em agradar a demanda
não vou retroceder e meu progresso aumenta a confiança

(refrão)
sei, que eles querem me impedir de ir, mas eu vou
não me arrependo daquilo que eu deixei
pelo que p-ssei, sei onde pisei
da licença agora é minha vez porque eu
sei, que eles querem me impedir de ser quem eu sou
mas não me arrependo daquilo que eu deixei
por onde p-ssei, demorou mas cheguei
dá licença agora é minha vez