azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

error404 – level 1 lyrics

Loading...

[verso 1: belga]
vivo sonhando em meio ao caos do mundo
acordando de meio dia, rotina de vagabundo
sem dinheiro, emprego e sem riqueza
vivendo humildemente, realidade na letra
mas cheio de esperança
igual a um preso pensando na fuga
acreditando numa melhora e num futuro de fortuna
entre becos e vielas, e as escadas do morro
o tempo p-ssa, o mundo piora e o povo pede socorro
“o povo é livre”
na rua de cara no sol…
mas com esse governo a liberdade é igual um peixe no anzol
desesperado!
em oração confesso
deus perdoe os meus pecados e me dê paz
é só o que eu peço
“mundo melhor”
seja o que deus quiser
minhas forças vem do céu
por isso ainda eu estou de pé

[verso 2: simplix]
deitado no sofá com a cabeça a mil
pensando aqui na vida que é muito hostil
será que é porque tem tanta gente imbecil?
pensando a mesma merda e sendo mais um juiz
aponta o dedo na minha cara pra tentar me julgar?
porque eu sou “de cor”, quer dizer que eu vou te roubar?
não é bem -ssim, doutor, eu exijo respeito
desde pequenininho criado no “gueto”
porém educação sempre veio de berço
te dei respeito e te exijo o mesmo
fazendo o meu “corre” sempre do lado certo
com o coração mais duro que um uma barra de ferro
talvez foi por causa das pancadas da vida
que me fez -ssim, cheio de mágoas e feridas

[verso 3: biko]
se ligou? saca só o problema
acelerando a milhão com os “parças”, mano nem tenta
segura nós que eu quero ver
um “close” pra foto, porra
“tamos” no game também
mas na contra mão dessa porra, da industria que se vende
mano, para e pense:
quantos manos que pro crime perde, quantos da nossa gente
e os políticos, que só lembra da favela
pra fazer comício e depois esquece dela
tá tudo errado, truta
a m-ssa não me escuta
sabemos que a vida é dura
minhas ideias vão durar, até mudar
ou abalar toda essa estrutura

[verso 4: mendex]
mais uma vez, escrevendo certo em linhas tortas
é o peso da caneta que me faz esse declive
é mais que beat, acerta o mic, aperta o rec, biko
me sinto livre…
cheio de rimas imperfeitas
mas pra ser de verdade, elas não precisam ser perfeitas
somos o erro que deu certo
compor nem é difícil, superar esses castelos é compromisso
falar de quem sou ou serei, é que vai ser quase impossível
só quero eu e meus parceiros, um fim de semana
no litoral do paraíso…
esse beat não é roubado, esse beat é abduzido
meus comparsas dos som de galera, ao rap pe
vocês ainda quer mais underground do que isso?