azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

mokyniss – zumbi lyrics

Loading...

[intro]
mokyniss
51, 50, 51, 50
hey

[verso 1]
organizando todas as músicas
me chame de orquestra simbólica
símbolos de uma forma diabólica
me cercam
e por toda a minha volta
vejo corpos
zumbis não são seres de óbito
conheço zumbis que se transformaram só porque se afundaram
a porra de um vício, criado pelo psicológico
além do lógico, além da lógica
além da minha remota forma de mandar minhas teórica
teórico, criando histórias
+n+lógica
e eu pensando em roubar uma loja de carro
matar fardado, explodir tudo, tipo gta
andar toda vida armado
mesmo que seja por códigos, criptografados
roubo firewalls de nível de estado
saints rolls, my n+gga rolls, smoke gold
eu sou rap good
10 mil reys, réis
carta de reis
no empire state
andando de skate
my little baby crazy maybe amnésia+haze
blunt f+ck the rolling paper
everybody smoke weed, n+ggas, tigaz
quantas vezes procuro sentido em linhas
mas não achei nem na minha vida
e onde eu fui procurar eu não tava
a abstinência de ser eu me rodeava
as paredes me olhavam e os espelhos me odiavam
eu olhava pra tudo e enxergava nada
do vazio que eu observava
virar um meio do meu plano não ter falhas
eu andava pelas paredes tentando ver uma estrada
mas só via um inferno
um inferno escrito
com traços da rataria criei meu livro
virei um rato da imundice sem abrigo
tem pessoas que nunca tinha me visto
só me ouvido, só me ouvido
corpos, crescem nas cidades como lixo
livros que relatam o desconhecido
vidas procurando algum sentido
tiros teve vários mas nenhum foi perdido (brrrra)
[refrão]
em tempos profanos
mato reis tiranos
sem misericórdia
tipo thanos
danos, loucura a suprir
sobrevivendo dos mortos
como um zumbi

[verso 2]
ce pensa que foi fácil chegar até aqui?
mediante aos vícios que podem me consumir
os prazeres falsos que podem me destruir
as ilusões caras que podem me confundir
coroem os caras que podem assumir
correm os caras que na neblina somem
e aqui é da loucura além ou soma ou some
e eu mando de touché
paguem meu cachê
se a vida fosse xadrez eu era o cheque+mate
lk, outro nível de underground
exército de monstros, poetas das margens
e eu ultrapassei todos os meus limites pra fazer essa pedrada
os cara são fãs de mim e eu sou fãs dos cara
quero fazer história na minha quebrada
quero fazer um futuro com as minhas palavras
quero que as palavras sejam o meu futuro
quem dera poder respirar fundo
nesse sujo mundo
o que resta do mundo é sujo
[refrão]
em tempos profanos
mato reis tiranos
sem misericórdia
tipo thanos
danos, loucura a suprir
sobrevivendo dos mortos
como um zumbi