azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

suspeitos na mira – o rapticomoda lyrics

Loading...

[ adikto ]
luciano pensou e lembrou
o fominha de freestyle freestyle bicho solto é o adikto
sem inveja irmandade
suspeito faz a rima
no mesmo objetivo de aumentar a auto estima
dos louco que tão na droga, no crime ou no x
de b-boys, grafiteiros, djs ou mcs
o clima é de união e o respeito prevalece
um salve aos que na dificuldade não te esquece
sem estresse, aqui ninguém se cresce
damos ideia na moral só pra queles que merece
finais de semana as vezes rola diversão
ensaio na bsp
e churrasco com os irmão
a base vai rolando
e a carne também
microfones e picapes nos deixando mais além (mais além)
não importa se é de cd, vinil ou fita
o mais importante é que isso faz a nossa vida
pilantra não atravessa
se adianta covarde
aqui não tem lugar pra estrelismo e falsidade
o que eu posso fazer se o que eu falo é verdade
melhor ficar na tua e não mexer com irmandade
s.a., bsp, pode crer (aí sangue bom, é nóis!)

[ l.brau & sagaz ]
o rap ti comoda
minha cor pra mim, não é moda!
tá querendo me dar bacu, só porque tá aqui na roda. (2x)

[ jota 3 ]
o estilo é sempre livre, mas não é modes nem absorvente
meu dreadlock não é tampax mulherada sente
eu boto pilha e nego pira a onda é diferente
jota 3 e suspeitos na mira é chapa quente
qualé crioulo
fui ali mais eu já tô de volta
sempre inspirado pela rua enquanto o disco toca
na festa groove estou em casa onde nego se solta
vim pra mostrar que o hip hop é bem mais que a revolta
jota 3, mais uma vez bem acompanhado
a banca é forte o bicho é solto e o som é reciclado
mesclando ragga com repente do cabra arretado
pros invejosos e beiradas meu corpo é fechado
bsp pode crer
mais jacaré pa
o beat vai pancar
você vai balançar
e as produções em conjunto representam o 3º mundo
na rima é a sina
aperta o fino e pisa fundo
de vitória a vila velha, cariacica ou serra
eu to ligado que o espírito é santo em qualquer lugar dessa terra
se o rap te incomodar e você quiser me julgar
segura a onda e -ssina embaixo do que for falar
se o cão que ladra não morde, você só me vê quieto
mais se quiser trocar uma ideia aprenda o dialeto
muito respeito e humildade pros que são chegados
se o rap te incomodar, melhor sair vazado
quem ta bolado, olha pro lado
se der mole jacaré abraça

aí, fica ligado

[ l.brau & sagaz ]
o rap ti comoda
minha cor pra mim, não é moda!
tá querendo me dar bacu, só porque tá aqui na roda. (2x)

[ neguim – missão urbana ]
o rap comunica
dá as dicas e não complica
são vários na função
tá tipo eu
pregando a vida
cultura cresce
provocando febre
fazendo o que deve
tipo um remédio a curar aqueles que se perde
blindados são os carros
segurança evita -ssalto
sua alma tá no buraco
pede paz contrata a guerra
pai de família desespera
na ilusão diabo cega
tem tiro, tem morte, tem corte, tem doido, tem rato
perigo inimigo, xerife tem gangue, tem lado
nação contra nação, sim!
rei contra rei
aqui estou missão urbana
pilantragem sai da reta
vire à esquerda e não esqueça de dar seta
o caminho é jesus cristo, demoro? essa é a meta!
se o rap te incomoda
é porque mandamos a pala certa
ohh
a ideia é séria

[ l.brau & sagaz ]
o rap ti comoda
minha cor pra mim, não é moda!
tá querendo me dar bacu, só porque tá aqui na roda. (2x)

[ durap ]
estou seguindo na estrada
vou aonde manda o meu destino
se escorrego no caminho
dou a volta no mundo que nem lalinho
jogando juntinho
lero leris, o que tu queres?
mostrando a vocês o que o rap nos fez
profissão respeito
dom do cb em mim criado
beco, ponto final
malandragem da invasão, canto falado
esperando morreu o burro, pensando, como sair do buraco?
e coitado é o rato que nasce pelado no meio do mato
valioso quanto o dinheiro
sem querer ser o primeiro
vem na febre maloqueiro ninguém é perfeito
-ssume o defeito e bate no peito
hip hop ainda cura esse maluco meio suspeito
que de repente na rima, na fala, irá saber
quem é o cara? quem é o cara?
o suspeito aí é o dom do cb
dudu du rap, coisa rara
se prepara…

[ l.brau & sagaz ]
o rap ti comoda
minha cor pra mim, não é moda!
tá querendo me dar bacu, só porque tá aqui na roda. (2x)

[ sammuca 05 ]
eu sou sammuca, c-mpadi, e vou me apresentando
preste atenção meu irmão, porque é pra deus que eu canto
pr-nto pra rimar, o plantão é urgente!
vem comigo amigo
ou então
sai da minha frente
que aqui a chapa esquenta e é a cada minuto
estamos de mãos atadas mas não estamos mudos
eu tenho a manha pra falar
desenrolar a língua e matar todos os insetos que voam na pista
eu sou humilde pra caramba
por favor, nem tente
p-ssar por cima de mim, só se for no repente!
eu vou no beat levando, freestyle é o comando!
que chega devagar, mas chega arrebentando!
estilo livre é o meu e eu nem sei disfarçar
você confere pelo dread e pelo modo de andar

e no meu bairro não, não tem bobo não
já vi moleque no coqueiro virar camburão
rapaziada dos prédio grita abalou, abalou!
o rap te incomodou?