azlyrics.biz
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

fernando motta – com o tempo lyrics

Loading...

tempestade
pra não me deixar sair
pra me prender
nos filmes de sempre
e me ver
como eles
em qualquer fragmento

e o que os mandam dizer
pra enfeitar o sofrimento
como eu não vou

[sussurro]
esses versos estarão dispostos
como mark kozelek em “quase famosos”
perdidos no escuro com “hansel and gretel”
ou voando alto com damiel e c-ssiel
tentando partir como julie vignon
partindo de que “tessa was my home”

quando eles
não estão mais aqui
são como muitos
dos que eu conheci
e só vivem
no meu pensamento

estão presos em ser
só eles mesmos
quem eu não sou

mesmo sem chuva pode relampejar
como a presença por ser falta
vencem o tempo
não mudam nada
mas o lampejo nunca mais volta